o que é isto?

Globo exibe cena de estupro coletivo na novela e gera debates

12 de fevereiro de 2014 · Atualizado às 14h55
Compartilhe:

Globo exibe cena de estupro coletivo na novela e gera debates (Reprodução)

No dia 31 de janeiro de 2014, o último capítulo da novela "Amor à Vida" foi exibido pela TV Globo. Como esperado, pela primeira vez na teledramaturgia da emissora carioca, um beijo gay entre dois homens foi exibido por volta das 23h09. A imagem gerou debates, elogios e críticas na web. Na última segunda-feira (10), o canal mostrou outra cena que também tem gerado discussões na rede: a personagem Neidinha (Jéssica Barbosa) sofreu um estupro coletivo no capítulo da novela das nove "Em Família".

A cena, que segundo o jornal O Globo sofreu cortes por ser muito forte, tem dividido opiniões. Em artigo na Revista Fórum, Jarid Arraes, diretora do FEMICA e integrante do Grupo de Ativistas Negras do Cariri, explica que a personagem, que engravidará do estupro e não irá recorrer ao aborto, poderia ter um destino diferente. "A realidade em nada se parece com a fantasia romantizada que pretende exibir, pois o desfecho feliz da criança gerada por um estupro, que cresce fazendo aulas de violino em um lar equilibrado, simplesmente não é fato social com estatísticas palpáveis", diz trecho do texto que pode ser lido na íntegra aqui.

 Para Jarid, "é uma grande irresponsabilidade social não informar às mulheres a respeito de seus direitos de forma honesta".

Já o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), relatou em seu Facebook que "a direção e os atores deram o melhor de si para comunicar, à audiência da novela, a vulnerabilidade de uma mulher numa cultura machista e misógina como a nossa". Mas o político deixou uma pergunta no ar ao finalizar sua reflexão: "Que contribuições uma personagem vítima de estupro coletivo que decide ter e criar, com amor, o fruto dessa violência podem dar para a luta pelos direitos da mulher?".

Nas redes sociais, o fato gerou comentários diversos. O internauta Fred Loyola não gostou. "Totalmente desnecessária essa cena do estupro na novela. Se eu quisesse ver desgraça assistia ao jornal", disse em seu Twitter. Já Ricardo Cestari Jr., também utilizando o microblog, afirmou: "A cena do estupro foi horrível, horrível, horrível. Mostrar essa realidade é muito importante, principalmente numa novela das 9".

Vale lembrar que o autor Manoel Carlos inspirou-se no episódio real do estupro de uma turista norte-americana ocorrido no Rio de Janeiro em 2013.

A teledramaturgia deve representar tais acontecimentos ao público? O que você achou da cena da novela "Em Família"? Deixe sua opinião nos comentários.

Veja a cena aqui.

Por Leonardo Araujo

Comentários ()


Receba notícias no seu e-mail